Comparativo Entre Playstation VR, Oculus e HTC Vive

A realidade virtual está em alta e existem três principais opções de headsets no mercado de games: Playstation VR, Oculus e HTC Vive. Veja a seguir um comparativo entre eles:


PlayStation VR
– Funciona apenas com PlayStation 4 e PS4 Pro. Não é compatível com PC.
– Tela OLED com resolução 1920×1080 e taxa de atualização de 120Hz.
– Sensor de rastreamento integrado ao headset. Usa camera PS4 para rastreamento 360 graus.
– Controles são os movimentos DualShock 4 e PlayStation Move.
– Mais simples de configurar. Preço mais em conta que Rift e Vive.
Oculus Rift
– Compatível com PC, requer configuração avançada. Última versão é o Rift S.
– Tela LCD 1280×1440 por olho. Taxa de atualização de 80Hz.
– Rastreamento 360 graus via sensores externos posicionados no ambiente.
– Controles Oculus Touch replicam movimentos das mãos.
– Loja de apps Oculus Store exclusiva.
HTC Vive
– Também para PC. Configuração complexa de sensores externos.
– Tela LCD com resolução 2160×1200 e taxa de atualização de 90Hz.
– Rastreamento em 360 graus com precisão milimétrica.
– Controles reproduzem movimentos das mãos com muita precisão.
– Softwares disponíveis na loja SteamVR. Maior variedade de games.
Em resumo, PlayStation VR é simpler, mas limitado ao PS4. Oculus Rift S e HTC Vive oferecem experiência de ponta em VR para PC. O Vive leva vantagem em precisão de rastreamento e jogos disponíveis.
Experiência Imersiva
A sensação de presença e imersão em realidade virtual depende de uma série de fatores técnicos, incluindo campo de visão, taxa de quadros, rastreamento e conteúdo.
O PlayStation VR proporciona uma experiência VR razoavelmente imersiva, mas é limitado pelas especificações mais simples do PS4. Já Oculus Rift S e HTC Vive entregam alto nível de imersão, pois foram projetados para PCs poderosos.
O HTC Vive leva uma pequena vantagem com seu campo de visão ligeiramente mais amplo e taxa de quadros mais alta. Seus controles também são mais precisos e avançados. Porém, a qualidade do conteúdo disponível é fator decisivo.
Oculus investe forte em exclusivos de alta qualidade para sua plataforma. Já o Vive tem a vantagem de acesso à maior loja de VR que é a Steam, além de ser compatível com títulos da Oculus por meio de modificações.
No geral, Vive e Oculus proporcionam experiência de ponta em VR, com Oculus talvez levando uma leve vantagem em jogos exclusivos otimizados. PlayStation VR entrega imersão satisfatória para custo bem mais em conta.
Configuração e Requisitos
A facilidade de configuração e os requisitos do computador são fatores importantes na escolha de um headset de realidade virtual.
O PlayStation VR é o mais simples de configurar, pois tudo já vem integrado e pronto para uso com o PS4. Basta conectar os cabos e já está pronto. Não requer um PC potente.
Já Oculus Rift S e HTC Vive demandam poder de processamento avançado do PC para renderizar os gráficos em VR. Os requisitos mínimos são placa de vídeo GTX 1060 ou Radeon RX 480, além de CPU Intel i5 ou AMD Ryzen 5.
Porém, a configuração do Rift S é mais simples, com rastreadores embutidos no headset. O HTC Vive demanda instalação de sensores externos para rastreamento posicional, o que adiciona complexidade.
No quesito portabilidade, o Rift S leva vantagem por não depender de sensores externos. O Vive é menos móvel devido à instalação fixa dos sensores.
Em resumo, PlayStation VR é disparado o mais simples de configurar e usar. Entre Rift S e Vive, o headset da Oculus leva vantagem na facilidade de instalação e portabilidade. Porém ambos requerem PC potente.

Leave a Comment